Acusada de propagar ‘versos satânicos’, cantora decide não se apresentar mais em Jacarta.

Do Gay1 Entretenimento

Lady Gaga (Foto: REUTERS/SUKREE SUKPLANG)Lady Gaga (Foto: REUTERS/SUKREE SUKPLANG)
A cantora americana Lady Gaga cancelou o show que faria em Jacarta, na Indonésia, marcado para 3 de junho, depois de receber ameaças de grupos fundamentalistas islâmicos, caso insistisse em subir ao palco.

Para os detratores da diva pop, suas roupas sexy e sua dança provocante poderiam corromper a juventude no país islâmico mais populoso do mundo.

"Por causa das ameaças, decidimos cancelar o show", disse em entrevista coletiva Michael Rusli, presidente da Big Daddy, organizadora do evento. "O importante não é apenas a segurança dela, mas isso também se estende ao público", completou o advogado da empresa Minola Sebayang.

A Frente de Defensores do Islã acusou a cantora de propagar “versos satânicos” em suas músicas e promover a pornografia. O grupo já tinha ameaçado comparecer no aeroporto de Jacarta e instalar o caos na capital, caso Lady Gaga descesse do avião.

Jacarta seria a escala mais importante da turnê de Gaga pela Ásia. Os 52 mil ingressos colocados à venda para a apresentação foram vendidos em poucos dias. Agora, seus fãs serão reembolsados.